Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Dia dos Avós: números comprovam que os seus dirigem bem melhor que você

    Duvidou do título desse post? Mas essa é uma realidade, pessoal! De acordo com o Boletim Estatístico de Junho, divulgado pela Seguradora Líder, a faixa etária de 65 anos ou mais representou apenas 5% do total de indenizações pagas pelo Seguro DPVAT no primeiro semestre desse ano, enquanto a faixa etária de 18 a 34 anos, por exemplo, representou 47% do total das indenizações pagas. E vale lembrar que, de acordo com o Denatran, o número de condutores habilitados em ambas as faixas etárias é quase igual: são cerca de 6,5 milhões em todo o Brasil apenas na categoria “B”. De impressionar, não é?

    E, como por aqui a gente não perde nenhuma oportunidade, hoje, data em que é celebrado o Dia dos Avós, queremos contar para você um pouquinho mais sobre o comportamento dessa faixa etária no trânsito. Continue acompanhando o nosso post para saber mais. =)

    Prudência reconhecida em estudos internacionais
    É isso aí, galera! O fato dos idosos serem mais prudentes no trânsito vai além do nosso Boletim Estatístico. Um estudo realizado pelo Hospital da Filadélfia, nos Estados Unidos, em parceria com uma empresa de seguros americana, mostrou que o risco de uma criança sair gravemente ferida de um acidente quando um idoso está na direção cai pela metade quando comparado à quando os pais estão no volante. A análise ainda mostrou que, quando os avós guiavam o carro, apenas 6% dos acidentes resultaram em ferimentos graves para a criança.

    Mas por que será que os idosos são mais prudentes no trânsito, hein, pessoal? Uma pesquisa da Universidade de Swansea, no País de Gales, Reino Unido nos dá essa resposta. De acordo com estudo, a prudência dos motoristas mais velhos está diretamente ligada ao fato de compensarem possíveis fragilidades que vem com a idade dirigindo com mais cuidado. Dessa forma, além de dirigir mais devagar, os idosos não se importam em desacelerar, deixar espaços mais abertos entre os carros e esperar melhores condições do tempo. Olha quanto cuidado! <3

    Os idosos também precisam de cuidados no trânsito
    Apesar de termos dado alguns argumentos que afirmam que os idosos são mais prudentes, isso não significa que essa faixa etária não precisa tomar cuidado no trânsito, galera. Muito pelo contrário! Por serem mais suscetíveis a doenças desenvolvidas na terceira idade que podem afetar a capacidade de direção, como Mal de Parkinson, cardiopatias e a própria diabetes, além de controle através de tratamentos medicamentosos, algumas adaptações no veículo, como direção hidráulica e câmbio automático, são necessárias. Pegou a dica? ;)

    Mas, afinal, o que diz a legislação brasileira sobre os idosos no trânsito?
    Apesar de não estabelecer um limite de idade para condução de veículo automotor, desde que o cidadão tenha condições físicas e psicológicas, será um exame médico, feito de três em três anos no ato da renovação, que definirá se o idoso está ou não apto para continuar enfrentando o cotidiano das ruas, pessoal. Você sabia disso? ;)